Treinamento suspenso – TRX

Durante a Guerra do Golfo, os soldados americanos começaram a amarrar as fitas dos paraquedas nas estruturas fixas disponíveis para se exercitarem utilizando a força da gravidade como resistência. Daí surgiu o treino suspenso. Por não terem muito espaço e tempo para treinar, eles precisaram criar um equipamento que fosse compacto e de fácil transporte. O TRX como conhecemos hoje, porém, foi criado há cerca de 10 anos por um ex-oficial da marinha americana dentro de laboratórios universitários.

foto1

Com duas tiras presas ao teto ou em estruturas fixas posicionadas em uma altura certa e o peso do próprio corpo, a pessoa é capaz de realizar uma série quase ilimitada de exercícios muito dinâmicos e divertidos, além de funcionais.

Os exercícios realizados de maneira suspensa são capazes de trabalhar a força, flexibilidade, equilíbrio, estabilidade do CORE e mobilidade simultaneamente, de forma segura, desde que acompanhado por um profissional capacitado. A intensidade pode ser regulada de acordo com o posicionamento do individuo em relação ao suporte e com o grau de inclinação do corpo.

foto2Para se manter de maneira alinhada e equilibrada, o praticante deve acionar os músculos do CORE e outros diversos músculos estabilizadores. Para que ele não se machuque, portanto, deve ter uma boa resistência muscular além de um bom preparo físico. Caso contrário, pode acabar no chão ou com algum problema de coluna.

Alguns dos benefícios da prática do treino suspenso são:
• Desenvolvimento da consciência e controle corporal
• Melhora da postura
• Melhora da resistência muscular

foto3

• Prevenção de dores e lesão
• Melhora do desempenho atlético
• Efeito positivo na saúde da coluna vertebral
• Melhora da eficiência dos movimentos
• Melhora do equilíbrio
• Melhora da força
• Melhora da flexibilidade

Por: Fisioterapeuta Fernando Pripas